Ver Angola

Saúde

Covid-19: África com mais 294 mortes e 11.549 infectados nas últimas 24 horas

África registou 294 mortes associadas à covid-19 nas últimas 24 horas, elevando para 213.093 o total de óbitos desde o início da pandemia, e 11.549 novos contágios, de acordo com os dados oficiais mais recentes.

:

Segundo o Centro de Controlo e Prevenção de Doenças da União Africana (África CDC), o total acumulado de casos de infecção no continente desde o início da pandemia é agora de 8.363.382 e o de recuperados é de 7.709.460, mais 10.438 nas últimas 24 horas.

A África Austral continua a ser a região mais afectada do continente, com 3.898.131 casos e 109.835 óbitos associados à covid-19. Nesta região, encontra-se o país mais atingido pela pandemia, a África do Sul, que contabiliza 2.908.768 casos e 87.981 mortes.

O Norte de África, que sucede à África Austral nos números da covid-19, atingiu 2.541.224 contágios pelo vírus SARS-CoV-2 e 68.315 mortes associadas à covid-19.

A África Oriental contabiliza 1.022.317 infecções e 21.799 mortos, e a região da África Ocidental regista 651.408 casos de infecção e 9647 mortes. A África Central é a que tem menos casos de infecção e de mortes, 250.302 e 3497 respectivamente.

A Tunísia, o segundo país africano com mais vítimas mortais a seguir à África do Sul, regista 24.971 mortes e 709.001 infectados, seguindo-se o Egipto, com 17.545 óbitos e 309.135 casos, e Marrocos, com 936.963 contágios, mas menos mortes do que os dois países anteriores, 14.390 óbitos associados à doença.

Entre os países mais afectados estão também a Argélia, com 5837 óbitos e 204.171 pessoas infectadas, a Etiópia, com 5843 vítimas mortais e 351.388 infecções, e o Quénia, com 5175 mortes associadas à doença e 250.510 contágios acumulados.

Em relação aos países de língua oficial portuguesa, Moçambique contabiliza 1919 mortes associadas à doença e 150.874 infectados acumulados desde o início da pandemia, seguindo-se Angola (1598 óbitos e 60.448 casos), Cabo Verde (345 mortes e 37.770 infecções), Guiné Equatorial (150 óbitos e 12.532 casos), Guiné-Bissau (135 mortos e 6112 infectados) e São Tomé e Príncipe (55 óbitos e 3584 infecções).