Ver Angola

Saúde

Angola tem vacinas para imunizar 60 por cento da população até final do ano

O Governo recebeu três milhões de doses da vacina chinesa Sinopharm, de um total de 10 milhões, que permitirão vacinar 60 por cento da população até ao final do ano, segundo uma nota do Ministério da Saúde (Minsa).

:

As vacinas foram entregues no Aeroporto Internacional 4 de Fevereiro, em Luanda, na presença do ministro de Estado e chefe da Casa de Segurança do Presidente da República, Francisco Furtado, e da ministra da Saúde, Sílvia Lutucuta, que insistiu no reforço das medidas de prevenção.

As autoridades pretendem vacinar 60 por cento da população elegível do país contra a covid-19 até Dezembro próximo, ou seja, 7,8 milhões de habitantes maiores de 18 anos, o que corresponde a uma meta de imunização diária de 100.000 pessoas.

Os casos de covid-19 em Angola aumentaram significativamente na última semana, com dois dias de recordes sucessivos de infecções, levando o Governo a recuar em algumas medidas de alívio das restrições e a impor a apresentação obrigatória do certificado de vacinação ou, em alternativa, um teste negativo para aceder a locais públicos, a partir de 15 de Outubro.

Em finais de Setembro, Angola tinha pouco mais de um milhão de pessoas com a vacinação completa (cerca de 3 por cento da população).