Ver Angola

Sociedade

Ângela Krainer, a angolana eleita vereadora na Áustria

Foi na passada semana que a angolana Ângela de Sousa Simões Krainer foi eleita vereadora nas eleições autárquicas em Viena, capital da Áustria. A confirmação foi feita pela própria nas suas redes sociais, onde agradeceu o voto de confiança do partido e não esqueceu Angola, a terra que a viu nascer.

:

A angolana, também nacionalizada austríaca, nasceu no bairro da Vila Alice, em Luanda. Actualmente a morar na Áustria, vai passar a ocupar um assento no parlamento austríaco.

Ângela Kreiner agradeceu ao presidente do partido "pela confiança, encorajamento e empenho". "Para os mwangolés, em especial à minha família na Vila Alive, o meu abraço caloroso. Estarão sempre no meu coração", acrescentou, citada pelo Jornal de Angola.

Para Ângela Krainer esta vitória representa o ponto de partida de um longo caminho. A angolana já tem preparados alguns projectos que pretende ver realizados durante os seus cinco anos de mandato.

As mães solteiras são uma prioridade para a vereadora, que esclarece que existem muitas mães solteiras no país a lutar para conseguir alugar uma casa.

"O custo de vida na Áustria é tão elevado que, em muitos casos, uma só pessoa não consegue pagar a renda de uma moradia", afirmou.

O objectivo de Ângela Kreiner é tentar encontrar uma maneira de reduzir os preços das rendas. Admitindo que esse trabalho não será fácil, mostra-se optimista, diz ser "possível uma inversão do quadro actual a favor deste seguimento social".

A relação dos jovens com as novas tecnologias e a dependência que estes têm dos telemóveis e computadores é outra matéria que está na lista de prioridades da vereadora. Para combater essa dependência, a angolana quer apostar na promoção do desporto: "Acho que com um bom trabalho, o desporto pode ajudar a moldar, despertando a atenção destes jovens para uma vida saudável, sem as dependências dos telefones e computadores", indicou.

O partido Social Democrata arrecadou 37 por cento dos votos nas votações de 11 de Outubro, conquistando assim 16 assentos no parlamento austríaco. A angolana foi o número 14 na lista do seu partido.