Ver Angola

Saúde

País ultrapassa barreira dos 4000 casos positivos de covid-19

O secretário de Estado para a Saúde Pública, Franco Mufinda, anunciou esta Segunda-feira 126 novos casos de covid-19 em Angola, que ultrapassa assim os 4000 infectados, e mais dois mortos.

:

Dos novos casos, 4 são de Benguela, Huíla, Zaire, Cuanza Norte e Cabinda notificaram um e 118 estão concentrados em Luanda.

As idades variam entre 11 e 80 anos, sendo 78 de sexo masculino e 48 feminino.

Um homem e uma mulher angolanos, com 62 e 67 anos, um do Lubango (Huíla) e outro de Luanda morreram esta Segunda-feira devido à doença.

Outras quatro pessoas conseguiram recuperar elevando o número de recuperados para 1449.

O número de infectados é agora de 4117, dos quais 154 resultaram em morte e 2514 estão activos, incluindo oito em estado crítico.

Na data em que se assinalam seis meses desde a notificação dos primeiros casos em Angola, Franco Mufinda adiantou ainda que a média de infecções se situa nos 22 casos e um óbito por dia.

A pandemia de covid-19 já provocou pelo menos 961.531 mortos e mais de 31,1 milhões de casos de infecção em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detectado no final de Dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Em África, há 33.951 mortos confirmados em mais de 1,4 milhões de infectados em 55 países, segundo as estatísticas mais recentes sobre a pandemia naquele continente.

Entre os países africanos que têm o português como língua oficial, Angola lidera em número de mortos e Moçambique em número de casos: a Guiné Equatorial (83 mortos e 5002 casos), Cabo Verde (51 mortos e 5257 casos), Moçambique (44 mortos e 6912 casos), Guiné-Bissau (39 mortos e 2324 casos) e São Tomé e Príncipe (15 mortos e 908 casos).

Relacionado