Ver Angola

Construção

Mota-Engil assina contrato de 355 milhões para construção e reabilitação de estradas em Angola

A Mota-Engil assinou um contrato em Angola, no valor de 355 milhões de dólares para a reabilitação e construção de estradas no país, de acordo com um comunicado publicado.

:

Segundo a informação, este contrato, assinado pela subsidiária do grupo português no país, é uma parceria, em partes iguais, com a empresa angolana Omatapalo e abrange "a reabilitação da EN 230 entre as localidades de Muamussanda na Província da Lunda Norte e Saurimo na Província de Lunda Sul numa extensão de 267 quilómetros".

Além disso, está incluída "a construção da nova variante circular de Saurimo numa extensão de 39,5 km, totalizando assim o projecto 306,5 km", adiantou a Mota-Engil.

O grupo explicou ainda que "a EN 230 é um dos principais eixos rodoviários do país, ligando a capital Luanda à cidade de Saurimo, atravessando as províncias do Bengo, Kwanza Norte, Malange, Lunda Norte e Lunda Sul e subsequente ligação à República Democrática do Congo".

Esta via assume, por isso, "especial importância no apoio ao desenvolvimento da actividade económica do país, com especial enfoque nas actividades agrícola e mineira, enquanto corredor logístico facilitador e acelerador do escoamento dos fornecimentos e das produções de ambas os setores de actividade", acrescentou a Mota-Engil.

"O valor do contrato ascende a cerca de 335 milhões de dólares, terá a duração de 18 meses, arranque imediato e corresponde ao reforço da carteira de encomendas na componente de infra-estrutura rodoviária, diversificando assim o tipo de obras em execução naquele mercado, aspecto fundamental na política de mitigação de riscos e maximização da utilização dos activos que o grupo dispõe no país", rematou a empresa.

No dia 27 de Agosto, o grupo divulgou que estava a negociar um acordo de parceria estratégica e investimento com a China Communications Construction Company, Ltd. (CCCC), que ficará com 30 por cento.