A Opinião de Janísio Salomão

João Lourenço: um ano de resiliência


João Lourenço: um ano de resiliência

Janísio Salomão

Mestre em Administração de Empresas, Consultor Empresarial e Técnico Oficial de Contas

Um ano de governação de Sua Excelência Presidente da República João Lourenço, não poderia ficar indiferente em pelo menos, redigir algumas linhas para reflectir em torno da sua governação.
:
  

Angola, é um país que como qualquer outro possui características suis generis, concordo que, somos de facto “um povo especial”. Admiro a capacidade do Angolano, apesar das adversidades e pelas diversas peripécias com que passou e ainda passa, mantém sempre a sua alegria, dificilmente se abate, possui uma forte capacidade de resiliência.

Um país potencialmente rico, há quem diga que “quando Deus por cá passou, deixou suas bagagens”, bagagens estas que continham muita riqueza, daí sermos um país potencialmente rico.

Temos tudo para dar certo, não admiro que Agostinho Neto tenha dito que “Angola será por vontade própria, a trincheira firme da revolução em África”.

Por diversos momentos o país passou, alguns bons, outros maus, hoje vivemos num país que paulatina e meticulosamente, vai dando passos certos para consolidar a sua soberania, independência e criando as premissas para tornar-se num país desenvolvido, julgo não estar a sonhar alto, pois, temos tudo para dar certo.

Sua Excelência Ex- Presidente da República José Eduardo dos Santos, fez uma escolha certa ao indicar João Lourenço (JLO) como seu sucessor, depois de largos anos no poder, motivados por razões de índole diversa.

Este primeiro ano de governação, JLO abre assim a “tampa” da esperança para o povo Angolano, conseguimos ver uma luz, lá bem distante no fundo do túnel que anima os nossos espíritos e reacende a nossa esperança de que, indubitavelmente, dias melhores estão por vir.

O que foi feito alenta as nossas almas de que, as promessas feitas aquando da sua investidura, irão efectivamente serem materializadas, não irão cair por um saco roto, como costuma dizer-se. 

Precisávamos e precisamos de um avivamento, penso não serem manobras políticas como muitos dizem, penso não ser um engodo para nos ludibriar, e nos fazer esquecer os problemas pelos quais atravessamos, até porque estamos sãos e cientes de que em um ano não se consegue resolver variados problemas, problemas que se agudizaram com o passar dos anos.

Estamos cientes de que existem ainda muitos desafios sim, mas também julgo que uma caminha só acontece com o primeiro passo, e julgo que os passos estão sendo dados, para que Angola seja um país melhor para todos os Angolanos.

Neste primeiro ano de governação de JLO apenas tenho a dizer: 
- Siga em frente, damos-lhe toda a força necessária para que materialize o nos que nos prometeu, até porque conforme disse “Coragem é o que não irá lhe faltar”.

Força camarada Presidente João Lourenço estamos consigo!

Mais Lidas