Ver Angola

Economia

Banco Económico disponibiliza cinco mil milhões de kwanzas para aumento da produção interna

O Banco Económico juntou-se ao Projecto de Apoio ao Crédito, disponibilizando cinco mil milhões de kwanzas para dinamizar projectos de investimento que visam o aumento da produção interna.

:

A instituição bancária é um dos mais recentes signatários do Projecto de Apoio ao Crédito, ferramenta essencial do PRODESI. Apesar de o acordo só ter sido agora assinado entre as partes, um comunicado remetido ao VerAngola refere que, nos últimos anos, a direcção de Banca de Investimento do banco tem vindo a focar a sua actividade no apoio a projectos que se enquadram na aposta governamental de inversão do ciclo de produção e de estímulo ao crescimento económico.

"As empresas não podem estar nesta missão sozinhas. É preciso que a banca nacional esteja disponível e tenha recursos para fazer avançar projectos elegíveis, com sustentação técnica e financeira, os quais para além de retorno aos seus investidores, conseguirão também outros ganhos, designadamente o aumento da produção interna, a diminuição das importações, a poupança de divisas, o aumento de empregos directos e indirectos, e o desenvolvimento global do país como um todo", refere a instituição no comunicado.

Para garantir que os pedidos de crédito cheguem a bom porto, o Banco Económico refere dispor de uma equipa profissional, apostada em criar com os clientes uma relação de médio e longo prazo capaz de conduzir à implementação dos projectos num período de tempo vantajoso para todas as partes envolvidas.

Cinco mil milhões de Kwanzas é o montante que a instituição colocou à disposição do Programa de Apoio à Produção Nacional, Diversificação das Exportações e Substituição das Importações.

Recorde-se que desde 30 de Julho são já 14 os bancos que rubricaram a adesão ao PAC.