Ver Angola

Transportes

Viagens entre Cabinda e Soyo começam a partir do último trimestre deste ano

O presidente interino do Conselho de Administração (PCA) da Sécil Marítima, João Martins, revelou que as viagens entre Cabinda e Soyo deverão arrancar a partir do último trimestre deste ano.

:

"O início das operações está condicionado à docagem (reparação geral) das embarcações, catamarãs e do Ferryboat Cabinda, bem como da conclusão das obras dos terminais de passageiros e dos equipamentos técnicos e tecnológicos", fez saber o responsável, em declarações à Angop.

O responsável esclareceu que, de acordo com o programa do Ministério dos Transportes, as operações entre a Luanda/Cabinda e Soyo estavam previstas começar este mês. No entanto, por motivos financeiros, que já foram superados, tiveram de mudar as datas.

Segundo João Martins, foi preciso encontrar uma solução prévia por causa dos atrasos nas obras dos terminais marítimos de passageiros de Cabinda, do Soyo e de Luanda. O responsável explicou que a solução se prende com o arranque das operações entre Cabinda e Soyo, que se encontra dependente da docagem e das obras nos terminais.

Fez saber que desde o mês passado, duas embarcações estão em docagem para ser renovado o casco, pintura e feita uma revisão nos motores, entre outros aspectos técnicos.

Nesse sentido, indicou que assim que as duas embarcações estiverem prontas e as questões dos bilhetes, da formação dos técnicos, da conclusão dos terminais, entre outros, forem resolvidas, os navios vão iniciar funções.

Citado pela Angop, o responsável indicou que as obras dos terminais de passageiros de Cabinda e Soyo se encontram na recta final.

O responsável indicou que, inicialmente, vão ser feitas duas viagens por semana, com cerca de 10 horas entre a capital e Cabinda, esclarecendo que a procura vai ditar se é preciso ou não aumentar o número de viagens.

Relacionado