Ver Angola

Cultura

Artistas e promotores juntam-se para fazer face aos desafios do sector

Cerca de duas dezenas de artistas e promotores de eventos angolanos constituíram uma nova associação para fazer face aos desafios do sector, que foram agravados com a pandemia de covid-19, anunciou a comissão instaladora.

:

A Associação Angolana de Profissionais e Produtores de Eventos & Cultura (APPEC), que integra artistas, empresas organizadoras de eventos, produtoras e promotoras ligadas à música, teatro, dança, cinema, fotografia, televisão e artes plásticas, foi apresentada em Luanda.

"Com um perfil diversificado de associados, a APPEC tem por finalidade coordenar, orientar e defender os interesses dos seus associados", indica o comunicado, sublinhando que "a classe da cultura e eventos tem existido de forma dissociada e no prisma de ação individual".

A APPEC salienta que os profissionais têm encontrado vários desafios "para a execução das tarefas laborais" e um quadro que "dificulta a aproximação às instituições estatais e privadas".

Além disso, "a crise pandémica causou uma profunda reflexão dos seus atores, no sentido de procurar soluções para as questões já existentes" e as que surgiram ou se agravaram entretanto.

Um das iniciativas da nova associação, já formalizada e com uma comissão instaladora que irá conduzir o processo até uma primeira assembleia geral para eleições dos corpos sociais, é o projeto de responsabilidade social "Por Angola", que terá a sua primeira etapa no dia 19 de Julho.

Trata-se de um programa de televisão com transmissão em canal aberto, tendo como tema central a homenagem à vida e obra do cantor e compositor Filipe Mukenga com vários convidados especiais, que reflecte o ambiente cultural angolano, segundo Kizua Gourgel, porta-voz da comissão instaladora composta por 16 membros.

Um dos objectivos, realça a APPEC, será mostrar a indústria cultural e dos eventos unida "no combate à covid-19 e às consequências de pandemia económica grave para a população em geral" e em particular neste setor.

Com o objectivo de dar resposta às adversidades vividas nesta fase pela população em geral, a APPEC pretende, no decorrer do evento, angariar donativos, que serão convertidos em cartões de uma cadeia de supermercados, para apoiar instituições de caridade e beneficência identificadas junto dos parceiros e patrocinadores.

Os telespetadores poderão também, através de uma outra conta bancária da mesma cadeia de supermercados, fazer doações para as famílias mais necessitadas dos fazedores de cultura.