Ver Angola

Cultura

Racismo em discussão a partir de um filme de Graça Castanheira e de uma ideia do angolano Kalaf Epalanga

O Centro Cultural de Belém (CCB), em Lisboa, vai dedicar o dia 4 de Julho ao debate e reflexão sobre o racismo e o pós-colonialismo, com conversas e a projeção de um filme de Graça Castanheira sobre o tema, em estreia absoluta.

: Centro Cultural de Belém (Foto: Lusa)
Centro Cultural de Belém (Foto: Lusa)  

Durante a tarde de 4 de Julho, onze oradores vão participar em cinco conversas, cada uma delas antecedida da projeção do filme "Pele escura - da periferia para o centro", que terá ainda mais uma apresentação extra, às 20h00, anunciou a organização.

Partindo de uma ideia original do músico e cronista Kalaf Epalanga, o filme representa a viagem da periferia ao centro de um grupo de amigos afrodescendentes, inscrevendo-se na paisagem branca e nas suas marcas exteriores de prosperidade.

A história gira em torno de seis amigos negros de locais diferentes da periferia de Lisboa – Porto Brandão e Cacém –, que decidem deslocar-se ao Centro Cultural de Belém para assistir a um espectáculo.

Alternando o olhar entre o percurso de uns e de outros, fica-se a saber o que pensam e sentem enquanto se dirigem à cidade, Lisa, como lhe chamam.

Um filme que é "uma reflexão sobre centro e periferia, negros e brancos, racismo e inclusão", de acordo com o CCB.

Após a projeção deste filme de quinze minutos, no Grande Auditório do CCB, estão programadas várias conversas para reflectir sobre as temáticas que o filme aborda, sob diferentes perspectivas e abordagens.

Nesse sentido, foram convidados oradores de áreas distintas do conhecimento, como o urbanista e investigador António Brito Guterres e o arquitecto Ricardo Bak Gordon, que protagonizam a primeira conversa, às 15h30.

Uma hora depois, a atriz e encenadora Zia Soares vai estar à conversa com a cantora Selma Uamusse, a que se seguirão a socióloga Karina Carvalho e a jornalista Paula Cardoso.

Pelas 18h30, será a vez do sociólogo e fundador da plataforma de Reflexão Angola Manuel Dias dos Santos e do professor e historiador Diogo Ramada Curto discutirem o tema.

A última conversa do dia será protagonizada pela realizadora e pelo director de actores do filme, Graça Castanheira e Meirinho Mendes.

Todas as conversas serão moderadas pela presidente da direção do INMUNE - Instituto da Mulher Negra em Portugal, por Angella Graça.