Ver Angola

Construção

Mota-Engil assina contrato de 128,3 milhões de dólares para realização de obra em Angola

A Mota-Engil celebrou um contrato com Angola no valor de 128,3 milhões de dólares. Este dinheiro será usado para construir infra-estruturas de captação, tratamento e distribuição de água no país.

: Mario Proenca
Mario Proenca  

"A Mota-Engil informa sobre a assinatura de contrato com Angola, financiado pelo Banco Mundial, no montante de 115 milhões de euros", pode ler-se no comunicado da empresa, enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

Na mesma nota, a Mota-Engil explica ainda que o contrato prevê a realização de estudos, a realização do projecto executivo de construção da captação de água, a criação de uma estação de bombagem de água bruta, de uma conduta elevatória de água bruta, de uma estação de tratamento de água, edifícios e instalações auxiliares do sistema de distribuição.

O valor acordado no contrato ultrapassa os "290 milhões de euros, dos quais cerca 115 milhões de euros" vão ser usados pela Mota-Engil Angola, em parceria com a Soares da Costa e a Suez, para realizar a empreitada, adianta a nota.

"O financiamento do Banco Mundial demonstra a relevância do projecto para o país e significa um suporte ao projecto em alinhamento com a redução de risco que a Mota-Engil tem procurado na sua actividade comercial e de expansão nos mercados tradicionais de que Angola é o exemplo mais relevante", considera a Mota-Engil, completando que "este novo contrato acresce a uma carteira de encomendas robusta em África e reforça a sustentabilidade do desempenho que o grupo tem mantido naquela região".