Ver Angola

Comércio

“Ginga Desperta”, a iniciativa da Angonabeiro que criou uma centena de empregos

A Angonabeiro criou cerca de 100 novos postos de trabalho directos, no âmbito do projecto “Ginga Desperta” – que foi lançado na passada Segunda-feira.

:

A iniciativa, que chegou ao país numa altura em que a economia e o empreendedorismo nacionais necessitam de apoio devido à crise económica, visa ajudar os operadores ou vendedores de rua a criarem o seu próprio emprego. Mas como? A empresa Angonabeiro ajuda os empreendedores a criar um modelo de negócio que passa pela venda de café nas ruas.

Até ao momento, o projecto "Ginga Desperta" já conta com a participação de vendedores de Luanda, Viana, Cazenga, Kilamba Kiaxi e Cacuaco. Estes vendedores já se encontram nas ruas angolanas a vender a Ginga 3 em 1 – uma bebida pronta a beber que junta os sabores do café nacional com leite e açúcar.

Em comunicado, citado pela Angop, a empresa revela que cada bebida custa 200 kwanzas e que os operadores de vendas são os responsáveis pelos locais de armazenamento e preparação da bebida, garantindo sempre qualidade e segurança do produto. Os operadores têm ainda a responsabilidade de recrutar vendedores para gerir a iniciativa.

Depois de escolhidas, as equipas do projecto têm formação de acordo com o modelo, que integra as regras de higiene e segurança, qualidade, comportamento, etiqueta, valorização pessoal e a melhor forma para servir café.

Esta iniciativa não só permite à Angonabeiro reforçar o seu canal de vendas como também apostar no empreendedorismo nacional, uma vez que a "Ginga Desperta" possibilita aos angolanos criar postos de trabalho próprios.

A Ginga é uma marca de café produzido integralmente no país, com recurso a fazendas angolanas.

A Angonabeiro é a empresa do Grupo Nabeiro que, desde 2000, se encontra no mercado nacional.