Ver Angola

Telecomunicações

Sindicato de Jornalistas Angolanos preocupado com posicionamento político e censura nos media

O Sindicato dos Jornalistas Angolanos (SJA) está preocupado com o tratamento de questões políticas nos órgãos de comunicação social públicos e privados e lamentou os “actos de censura” que se têm registado.

:

O posicionamento consta numa deliberação aprovada no Sábado no VI Congresso do SJA, a que a agência Lusa teve acesso.

No documento, o SJA manifesta-se preocupado com "a maneira como alguns órgãos de comunicação social públicos e privados têm estado a posicionar-se perante questões políticas, assumindo-se parte, violando deste modo a deontologia profissional bem como a Constituição, que impõe tratamento igual e imparcial".

O Sindicato deplora também os actos de censura que se registam em vários órgãos de comunicação social e recomenda aos jornalistas que "invoquem a cláusula de consciência quando são chamados a cobrir actos que violem a deontologia, reserva última para a credibilidade da profissão".

O SJA decidiu realizar eleições para a renovação de mandatos num período máximo de três meses e não inferior a 45 dias, acto que estava previsto para Sábado, mas não se realizou por limitações de tempo devido às restrições resultantes da situação pandémica.

Foi também aprovada a alteração da quota sindical para um por cento do salário dos filiados do SJA e os relatórios de actividade e financeiros da direcção cessante, referentes ao exercício de 2015 a 2019.