Ver Angola

Banca e Seguros

Recredit já recuperou 7,1 mil milhões de kwanzas de crédito malparado do BPC

A Recredit, empresa estatal criada para recuperar o crédito malparado do Banco de Poupança e Crédito (BPC), anunciou a recuperação de 7,1 mil milhões de kwanzas até à presente data.

:

Segundo o presidente do Conselho de Administração da Recredit, Valter Barros, para este ano foi programada a recuperação de cerca de 19 mil milhões de kwanzas, meta que considerou bastante optimista face à atual conjuntura económica do país.

"É claro que achamos que é um valor muito ambicioso, se tivermos em conta a situação económica que o país está a viver, mas também é uma forma de colocarmos alguma pressão sobre as nossas equipas de recuperação, de facto o nosso objectivo é recuperar o máximo do valor emprestado pelo BPC e devolver o máximo de dinheiro ao tesouro nacional", disse Valter Barros, em declarações à RNA.

O responsável frisou que, no quadro do processo de recuperação, foram já devolvidos cerca de 7,1 mil milhões de kwanzas, decorrente da actividade do ano passado.

"Portanto, vamos considerar um valor que ainda fica aquém dos objectivos colocados à Recredit, mas também sabemos que o ano passado foi um ano desafiante e um ano de muitas incertezas de actividade económica decorrente da pandemia que o país está a viver", frisou.

Valter Barros salientou que para a recuperação do capital foi estabelecida uma base de negociação com os devedores, "em igualdade de circunstância", pelo que quando não se chega a acordo, "os processos são remetidos para a área de contencioso, que instruirá o devido processo para desencadear uma acção judicial".

Em Junho de 2020, o estatal BPC transferiu para a Recredit - Gestão de Activos – 80 por cento do seu crédito malparado, estimado em 951 mil milhões de kwanzas.