Ver Angola

Saúde

Autoridades montam cerca sanitária na Multiperfil. Trabalhadores em quarentena

Foi montada uma cerca sanitária na clínica Multiperfil e parte dos trabalhadores estão em quarentena. De acordo com o anúncio da ministra da Saúde, Sílvia Lutucuta, a cerca foi montada depois de se ter verificado que uma das vítimas da covid-19 no país, um homem de 82 anos, esteve internado naquela clínica.

:

Neste momento, a clínica encontra-se cercada e todos os profissionais que entraram em contacto com o homem foram colocados em quarentena institucional, garantiu a governante.

O homem vivia em Portugal, mas em Fevereiro decidiu viajar para Angola para visitar a família. Quando viajou ainda não tinham sido identificados casos de covid-19 em Portugal. Sem razão aparente para ter sido contaminado, Sílvia Lutucuta explicou que as autoridades de saúde estão a tentar perceber onde é que a vítima poderá ter sido infectada.

"Estamos a trabalhar com a família e com todos os contactos à procura de algum vínculo epidemiológico. Só depois desta investigação estaremos em condições de dizer se é um caso de contaminação local ou de transmissão comunitária", disse, citada pelo jornal Opaís.

A titular da pasta da saúde falou ainda sobre a primeira enfermeira infectada com o vírus no país. Disse que a profissional está internada e que as pessoas que tiveram contacto directo com a enfermeira se encontram em quarentena.

Garantindo que todos os profissionais de saúde estão a ser testados, a ministra revelou que foi nesse "desidrato que a nossa enfermeira foi diagnosticada".

Sílvia Lutucuta frisou ainda que todos os passageiros de voos de Fevereiro e Março vão ser testados e apelou a que a população cumpra a regras e medidas de prevenção recomendadas pelas autoridades de saúde.

Por fim, deixou ainda a garantia de que o país continua atento e trabalhar no combate a outras doenças também perigosas, como por exemplo a SIDA, malária e tuberculose.

Relacionado