Ver Angola

Saúde

Chegou o primeiro de cinco voos com 380 toneladas de material de biossegurança provenientes da China

O governo recebeu esta Segunda-feira o primeiro de cinco voos provenientes da China que trarão um total de 380 toneladas de materiais de biossegurança e outros equipamentos para combater a pandemia de covid-19, informou o ministério da Saúde.

:

Chegaram ao Aeroporto Internacional 04 de Fevereiro, em Luanda, 70 toneladas de materiais diversos que serão distribuídos em todas as unidades de referência de tratamento e diagnóstico da covid-19 nas 18 províncias, segundo a ministra da Saúde, Sílvia Lutucuta, citada num comunicado do ministério da Saúde.

Segundo a ministra, este é o primeiro de cinco voos que vão trazer material de biossegurança, equipamentos como ventiladores, termómetros infravermelhos, máscaras e dispositivos de meios de protecção para esterilização, bem como equipamentos de laboratório para diagnóstico da covid-19, adquiridos com recursos do Estado.

A nível global, segundo um balanço da agência de notícias AFP, a pandemia de covid-19 já provocou mais de 282 mil mortos e infectou mais de 4,1 milhões de pessoas em 195 países e territórios.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de Dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

O número de mortos da covid-19 em África subiu para os 2290, com mais de 63 mil infectados em 53 países, segundo as estatísticas mais recentes sobre a pandemia no continente.

Entre os países africanos que têm o português como língua oficial, a Guiné-Bissau lidera em número de infecções (761 casos e três mortos), seguindo-se a Guiné Equatorial (439 casos e quatro mortos), Cabo Verde (260 casos e duas mortes), São Tomé e Príncipe (212 casos e cinco mortos), Moçambique (103 casos) e Angola (45 infectados e dois mortos).