Ver Angola

Economia

Em dois anos, país recebeu mais de 250 propostas de investimento privado

Entre Agosto de 2018 e Abril de 2020, a Agência de Investimento Privado e Promoção das Exportações (AIPEX) registou 269 propostas de investimento privado no país. Propostas essas que deverão permitir criar um total de 18.619 novos postos de trabalho.

:

De acordo com o relatório da AIPEX, citado pela Angop, foram vários os sectores do país a receber propostas de investimento: a indústria foi a que mais propostas recebeu, somando 116 ofertas. Segue-se o comércio com 66 ofertas e a prestação de serviços com 53 propostas.

Também os sectores da construção civil (8), educação (3), saúde (4), hotelaria e turismo (4), pescas (3) e agricultura (12) tiveram investidores interessados.

A AIPEX prevê que a indústria seja o sector a receber a maior quantia de dinheiro – estimando o investimento de mais de mil milhões de dólares. O relatório indica ainda que a construção civil deverá receber cerca de 686 milhões de dólares, seguindo-se a agricultura com 199 milhões de dólares. Dos restantes sectores destaca-se ainda o comércio com 138 milhões e a saúde com 131 milhões de dólares.

Dos 269 investimentos propostos, 57 já se encontram em curso. Essas 57 iniciativas estão orçamentadas em 909 milhões de dólares, indica a AIPEX, completando que já foi possível a criação de 4890 postos de trabalho com estes projectos.

A AIPEX revela ainda que 204 projectos vão ser implementados brevemente no país e que esses custarão mais de mil milhões de dólares.

Estão ainda por implementar três projectos, que valem 10 milhões de dólares. De referir que cinco desistiram do investimento (valiam 33 milhões de dólares).

Entre as províncias que mais chamam a atenção dos investidores está Luanda, com 211 ofertas, o Bengo com 12 propostas e Benguela (9).

Relacionado