Ver Angola

Defesa

Inaugurado Centro Electrónico de Segurança Pública em Luanda

Foi inaugurado, esta Quarta-feira, em Luanda, o Centro Electrónico de Segurança Pública (CESP) da Polícia Nacional.

:

O CESP visa ajudar as forças policiais a patrulhar a capital: servirá para dar conta das ocorrências, coordenando-as com os agentes que se encontram no terreno. O centro tem como objectivo ainda ajudar a policia na monitorização e movimento de pessoas em espaços públicos, bem como rastreamento de veículos na via.

Além de dar resposta às ocorrências, este novo centro vai ajudar a polícia a gerir e a manter a segurança nas zonas periféricas de Luanda. As forças policiais vão conseguir monitorizar essas zonas através do centro de vigilância com 244 câmaras para identificar os infractores, escreve a Angop.

O CESP, localizado no Capolo I, Kilamba Kiaxi, e financiado pelo banco Eximbak sul-corenao, vai também estar ligado ao Centro Integrado de Segurança Pública (CISP) para que a informação dos dois centros possa ser cruzada permitindo à polícia responder às ocorrências denunciadas através do número de emergência 111.

De acordo com o ministro do Interior, Eugénio Laborinho, que esteve presente no acto de inauguração do CESP, este centro será uma mais valia para manter a segurança e ordem pública.

"Numa altura em que se tem implementado o policiamento de proximidade, o objectivo primário deste centro consiste no atendimento e disseminação permanente de ocorrências policiais em coordenação com as forças no terreno", afirmou o ministro.

"Tendo em atenção a escassez de efectivos para pôr cobro à actividade operacional, é também missão da plataforma electrónica auxiliar as forças no terreno, sendo que terá a gestão directa dos operacionais do comando Provincial de Luanda", completou, citado pela Angop.

Na inauguração, o governante entregou ainda veículos para reforçar e facilitar a resposta às ocorrências.

Por seu lado, o comandante geral da polícia, Paulo de Almeida, disse na ocasião que o Centro de Segurança Pública permitirá ao comando da polícia de Luanda "reduzir o seu tempo de resposta e esclarecimento dos casos ou ocorrências registadas".

"Com este serviço estamos mais bem servidos com informações que pode dar-nos maior dinâmica e operatividade na actuação da polícia em Luanda", assegurou.

Já o embaixador da Coreia do Sul em Luanda, Changsik Kim, considerou que o CESP tem um enorme significado, sobretudo no apoio para "maior segurança dos cidadãos" por possuir meios tecnológicos avançados.

O projecto para a construção do CESP teve início em 2015. Esta primeira inauguração diz respeito à primeira infra-estrutura do CESP, a segunda infra-estrutura será iniciada quando o Ministério das finanlas e o Eximbank assinarem o acordo.

O CESP será composto por uma sala de sistema, uma sala de despacho – onde serão monitorizadas as ocorrências – sala de análises, sala de reuniões, sala de coordenação operacional, sala de formação e registo.

Galeria