Delegação governamental em França para aprofundar parceria económica

Uma delegação do Governo, incluindo o chefe da diplomacia, partiu Terça-feira para Paris, onde participa, Quarta e Quinta-feira, nas consultas políticas bilaterais multissectoriais com a França, com destaque para a parceria económica, indica uma nota oficial.
:
  

Segundo a nota de imprensa do Ministério das Relações Exteriores, na agenda estão, além da parceria económica, temas ligados a áreas como a financeira, agrícola e cooperação bilateral, além de questões regionais africanas, como as situações político-militares e sociais na República Democrática do Congo, República Centro-Africana, Zimbabué e Burundi.

O dossiê União Europeia pós-Brexit, as eleições europeias, a luta contra o terrorismo e a gestão da imigração na Europa completam a agenda da delegação, liderada pelo chefe da diplomacia, Manuel Augusto.

Além de Manuel Augusto, a delegação integra a ministra da Cultura, Carolina Cerqueira, e o secretário de Estado do Comércio, Amadeu de Jesus Alves Leitão Nunes, bem como altos funcionários dos ministérios do Interior, das Finanças, da Agricultura e Florestas, das Telecomunicações e Tecnologias de Informação e do Ensino Superior.

À margem das conversações, indica a nota de imprensa, Manuel Augusto vai manter alguns encontros bilaterais com o seu homólogo e com outros membros do governo francês.

As relações diplomáticas entre Luanda e Paris datam de Fevereiro de 1976, data em que a França reconheceu a independência da então República Popular de Angola. 

No entanto, as bases para o reforço da cooperação bilateral foram criadas na sequência da assinatura do Acordo Geral de Cooperação, em Julho de 1982. 

A cooperação desenvolve-se nas áreas da saúde, águas, saneamento básico, ensino superior, formação de quadros e ciência e tecnologia. No domínio empresarial, destacam-se os sectores dos petróleo, transportes, comércio, indústria e telecomunicações. 

O Presidente João Lourenço visitou oficialmente a França em fins de Maio de 2019, a primeira deslocação do chefe de Estado à Europa, tendo sido recebido pelo homólogo francês, Emmanuel Macron, que deverá retribuir a deslocação no final deste ano ou no início do próximo.

Durante a estada de João Lourenço em França foram assinados, entre outros, vários acordos de cooperação económica, bem como nas áreas da Defesa, Agricultura e Transportes Aéreos.

Mais Lidas