Brasileiros investem quase 200 milhões na produção de ferro no Cuando Cubango

A empresa brasileira Modulax prevê investir 199,5 milhões de dólares na exploração e produção de ferro gusa na localidade do Cutato, na província do Cuando Cubango. A produção deverá começar ainda este ano.
:
  

De acordo com o director-geral da empresa, Geraldo Basques, o projecto terá duas fases de implementação, sendo que a primeira se refere à instalação de um alto-forno com a capacidade de produção de 96 mil toneladas/ano, instalação de britagem para abastecimento de forno e de centrais de carbonização de madeira, para a produção de carvão vegetal, informa a Angop.

Numa segunda fase, a empresa pretende instalar dois altos-fornos capazes de produzir 420 mil toneladas/ano de ferro gusa, instalações de britagem de maior porte, plantação de concentração, sinterização e instalação de clonagem de eucalipto.

Geraldo Basques informou ainda, de acordo com a mesma publicação, que a segunda fase do projecto tem um custo estimado em 94 milhões de dólares. O responsável falava na apresentação do projecto ao governo provincial e aos secretários de Estado da Indústria, Quiala Gabriel e das Minas, Miguel Paulino de Almeida.

Ainda segundo o director-geral, a mão-de-obra local irá beneficiar de uma capacitação técnica, sendo que este projecto permitirá a criação de novas oportunidades de negócio, bem como a criação de 3500 empregos directos para as primeiras duas fases da empreitada.

Mais Lidas