Ver Angola

Ambiente

Total avança com investimentos em Angola e inicia fabrico de equipamentos petrolíferos

A Total E&P Angola arranca na próxima quinta-feira com o fabrico de mais de 84 mil toneladas de estruturas e equipamentos destinados ao projecto Kaombo, centrado na exploração de petróleo no Bloco 32.

<a href='http://www.angolaimagebank.com' target='_blank'>Angola Image Bank</a>:

Conforme anunciado pela companhia petrolífera inglesa, em comunicado remetido à comunicação social, o ponto de partida será já esta quinta-feira a cidade de Porto Amboim, província do Cuanza-Sul, mais concretamente nos estaleiros da Heerena, onde serão fabricadas mais de 34 mil toneladas para as futuras instalações submarinas do projecto.

Posteriormente, na sexta-feira, a empreitada terá continuidade na cidade do Ambriz, província do Bengo, mais concretamente nos estaleiros Petromar. De acordo com a Angop, será iniciada a construção de dois grandes módulos de tratamento e de injecção, com cerca de duas mil toneladas. A integração dos módulos será depois assegurada pelos estaleiros da Paenal, em Porto Amboim.

De acordo com a Total, a implementação deste projecto pretende ilustrar o compromisso permanente da petrolífera no desenvolvimento da indústria local, na transferência do conhecimento e na criação de emprego.

O projecto Kaombo desenvolverá seis das 12 descobertas já efectuadas no Bloco 32, situado a 260 quilómetros de Luanda e com profundidades que variam entre os 1400 e os 1900 metros. O arranque da produção está previsto para 2017.