Ver Angola

Saúde

Covid-19 faz mais 382 mortes em África nas últimas horas

África registou mais 382 mortes associadas à covid-19 nas últimas 24 horas, totalizando agora 120.802 vítimas mortais desde o início da pandemia, de acordo com os dados oficiais mais recentes no continente.

:

Segundo o Centro de Controlo e Prevenção de Doenças da União Africana (África CDC), o número total de infectados nos 55 Estados-membros da organização é agora de 4.524.702, após uma revisão em baixa dos casos (4.546.235 na Terça-feira).

Nas últimas 24 horas registaram-se 10.849 recuperados, totalizando 4.067.871 desde o início da pandemia.

A África Austral continua a ser região mais afectada, registando 1.962.772 infectados e 61.922 mortos associados ao contágio com a doença. Nesta região, a África do Sul, o país mais atingido pela covid-19 no continente, regista 1.577.200 casos e 54.237 mortes.

O Norte de África é a segunda zona mais atingida, com 1.354.552 infectados e 39.339 vítimas mortais.

A África Oriental contabiliza 596.959 infecções e 11.074 mortos, enquanto na África Ocidental o número de infecções é de 456.594 e o de mortes é de 6024. Na África Central, há 153.825 casos de infecção e 2.438 óbitos registados.

O Egipto, que é o segundo país africano com mais vítimas mortais, a seguir à África do Sul, regista 13.168 mortes e 224.517 infectados, seguindo-se a Tunísia, com 10.444 mortes e 303.584 casos de infecção. Marrocos contabiliza 509.972 casos de infecção e 9005 mortes associadas à covid-19.

Entre os países mais afectados estão também a Etiópia, com 3605 vítimas mortais e 254.044 infecções, e a Argélia, com 3225 mortos e 121.344 infectados.

Em relação aos países de língua oficial portuguesa, Moçambique regista 814 mortes e 69.762 casos, seguindo-se Angola (587 óbitos e 25.942 casos de infecção), Cabo Verde (211 mortos e 22.772 casos), Guiné Equatorial (107 óbitos e 7559 casos), Guiné-Bissau (67 mortos e 3731 casos) e São Tomé e Príncipe (35 mortos e 2292 casos).