Ver Angola

Banca e Seguros

Pensões passam a ser pagas fora do BPC a partir deste mês

É já a partir deste mês que o Banco de Poupança e Crédito (BPC) deixa de ser o único a pagar pensões. Com esta nova medida, os pensionistas passam a ter a possibilidade de escolher se querem receber a reforma num banco diferente ou através de um sistema de pagamento automático.

: Roberto Schmidt
Roberto Schmidt  

Anselmo Monteiro, director-geral do Instituto Nacional de Segurança Social (INSS), explicou que para já a medida vai incluir os pensionistas que completaram a idade em Janeiro e Fevereiro. Passada esta fase inicial, os pensionistas passam a escolher o banco da sua preferência sequencialmente.

Citado pela Angop, o responsável frisou que depois de ser confirmado o IBAN ou a preferência de um novo banco, os pensionistas começam a receber as reformas no mês seguinte.

Os pensionistas que tenham um compromisso ou dívida com o BPC terão de primeiro regularizar a situação para poderem mudar para outro banco, realçou.

"As alterações da conta serão efectuadas apenas presencialmente, nas agências de atendimento, durante o processo da prova de vida", esclareceu Anselmo Monteiro, acrescentando que os pensionistas se devem deslocar até uma agência do INSS com o Bilhete de Identidade e um comprovativo do banco com a nova coordenada bancária.

Para apressar o processo, as agências da Segurança Social vão começar a estar abertas aos Sábados, entre as 08h00 e as 12h00.

"Fizemos o lançamento da campanha, que visa a simplificação por via do acordo que tivemos para que de forma clara o INSS passa a ser um banco virtual. Onde as operações bancárias serão executadas pela própria instituição e teremos a oportunidade de diversificar o fluxo financeiro para os demais bancos comerciais", disse, considerando que esta mudança vai simplificar o processo de pagamento de pensões bem como melhorar a qualidade de vida dos pensionistas.

Recorde-se que em Novembro do ano passado foi anunciado que o BPC deixaria de ser a única instituição bancária a pagar pensões. a medida visa "reduzir a pressão" sobre o banco que se encontra em reestruturação.

Relacionado