Ver Angola

Defesa

Soldado angolano morto depois de passar fronteira com a RDCongo

Um soldado angolano foi morto este fim de semana na zona da fronteira com a República Democrática do Congo (RDCongo), noticiam os meios de comunicação locais, citando o ministro do Interior da província congolesa de Kasai.

:

O incidente que resultou na morte de um soldado angolano e originou ferimentos num oficial dos serviços secretos congoleses aconteceu no Domingo de manhã em Tshitundu, 150 quilómetros a sul de Tshikapa, quando os soldados angolanos entraram em território congolês, disse o ministro do Interior e Segurança da província de Kasai.

De acordo com as declarações de Deller Kawino aos meios de comunicação locais, "um dos soldados começou a filmar o posto avançado das forças da RDCongo, e quando lhes foi pedido para não filmarem, um soldado angolano abriu fogo e feriu um agente congolês".

Na resposta, "os soldados congoleses dispararam e atingiram o soldado angolano, que morreu", acrescentou o responsável congolês, que disse também que o governador da província de Lunda Norte enviou funcionários a Kasai, durante a tarde, para averiguar o que se passou.

Apesar do incidente, "o tom é de apaziguamento", disse o governador de Kasai, Dieudonné Pieme, explicando que as autoridades angolanas pediram a devolução do corpo do soldado, o que será feito depois de um pedido escrito a reconhecer que o soldado tinha ultrapassado a fronteira.

O Governo da RDCongo denuncia regularmente a entrada de soldados angolanos no seu território, muitas vezes alegando estarem em perseguição de elementos da Frente de Libertação do Enclave de Cabinda (FLEC).