Ver Angola

Ambiente

Ministério investiga descarga poluente que afectou zona balnear da Ilha da Luanda

Uma descarga de material contaminado, de origem desconhecida, afectou uma zona balnear da Ilha de Luanda, estando a ser investigada pelo ministério da Cultura, Turismo e Ambiente.

:

Num comunicado enviado às redacções, o ministério informa que a avaliação preliminar aponta para "uma potencial descarga de pequenas dimensões, de origem desconhecida, mas, provavelmente de origem a sul da Ilha de Luanda", que foi reportada na noite de Quinta-feira.

A avaliação preliminar foi feita esta Quinta-feira por uma equipa da Operação Transparência no Mar (Capitania do Porto de Luanda, Instituto de Investigação Pesqueira e Marinha, Unidade de Derrame, Ministério dos Recursos Minerais e Petróleos e Polícia fiscal).

"A mancha da descarga na água não foi localizada, pelo que se acredita ter sido ultrapassada pela acção mecânica das ondas que quebrou os hidrocarbonetos e permitiu a sua rápida dissolução no corpo de água", adianta o comunicado.

O derrame aconteceu nas praias situadas entre a rotunda do posto de abastecimento da Pumangol e o restaurante Jango Veleiro, na Ilha de Luanda.

O ministério vai realizar testes adicionais em parceria com outros departamentos ministeriais "para se chegar a conclusões mais aprofundadas", divulgando os resultados após o final da investigação.