As esplanadas mais agradáveis de Luanda: 1.ª edição

Seja cacimbo ou verão, Luanda é uma cidade feita para esplanadas. O clima, a brisa do mar e a vegetação meio que escondida pela capital conspiram para criar verdadeiros oásis de paz numa cidade em constante movimento. Os lugares que seguem são espaços onde é possível fazer uma pausa e saborear o passar do tempo, seja com uma cerveja ou um copo de vinho acompanhado por petiscos, ou mesmo uma refeição completa, sempre em contacto com o ar luandense ao invés do ar condicionado. Este é a primeira de várias edições deste artigo – ainda faltam muitas esplanadas agradáveis para partilharmos.
:
  

Restaurante São João

Este é um dos clássicos, o pai grande do Maculusso. Na primeira página do seu menu, o São João diz ter uma das maiores esplanadas da cidade – e isso pode mesmo ser verdade. Esta esplanada coberta na esquina da Avenida Comandante Che Guevara e a Rua da Liga Nacional Africana serve gastronomia portuguesa e angolana (incluindo funge aos Sábados) debaixo de frondosas árvores que deixam de fora o calor e mantêm uma brisa amena. Apesar de estar bastante concorrido à hora do almoço, há sempre espaço para mais um (ou dois).

Ponto LAC by Kitx

É incomum ver um espaço aberto tão amplo, tão acessível e tão agradável no centro de Luanda. O LAC by Kitx captou a boa onda de comer fora, ao ar livre, numa espécie de óasis urbano sem pressas nem pretensões. Localizado dentro das instalações da Rádio LAC, no coração do Maculusso, esta esplanada tem árvores tão antigas e imponentes que até têm nomes (olá Josefa). Conhecemos pais que vão com os seus filhos pequenos e passam horas enquanto as crianças correm alegres pelo espaço: Pela noite dentro a vibe é mais de bar/lounge e há noites dedicadas à música ao vivo, karaoke ou jogos de futebol no ecrã gigante. Importa realçar que a comida é saborosa.

Café del Mar

O Café del Mar é todo ele uma esplanada virada para o mar e um dos espaços mais bonitos na capital, não só pela sua decoração como pela sua envolvente. É uma esplanada com vários ambientes: o chamado champagne lounge, um espaço para a degustação de cocktails (vale mesmo a pena), a área de refeições (experimente os pratos de peixe), e a zona dos sofás virados para o mar (ideal para snacks e sangrias), entre o areal e a zona de refeições. O som das ondas é um companheiro constante. É um dos sítios mais agradáveis de se estar na Ilha do Cabo.

Lïve

Para uma experiência a beira-mar sem ter de sair do centro da cidade, o Lïve, localizado mesmo na Baía de Luanda, é a opção ideal. A esplanada é bem maior que o restaurante em si e ao anoitecer oferece uma soberba vista das luzes a acenderem na Marginal e na Ilha do Cabo.  É, por isso, um local propenso para sundowners ao fim da tarde, e felizmente os cocktails não desapontam. Há também um pequeno menu de petiscos, bem como refeições completas. Última dica: as playlists nunca desapontam. 

Pôr do Sol

O forte mesmo do Pôr-do-Sol é a maravilhosa esplanada, onde predomina a madeira, a simplicidade, e claro, a vista para o mar. Passa-se lá uma tarde inteira na maior das calmas, e se ficar a tarde toda, tem direito a um pôr do sol… Aberto há mais de 15 anos e localizado de frente ao mar, é um dos mais antigos e mais concorridos restaurantes do Benfica. As recentes obras de reabilitação da nova marginal do Benfica acrescentaram passeios, bancos, e um pequeno parque infantil ao local. O ambiente do restaurante é bastante agradável, mas ainda há que melhorar alguns aspectos, como o atendimento e a regularidade na qualidade dos pratos.

Ler Artigo Completo

Mais Lidas