Seis restaurantes onde ainda é possível comer “bem e barato” em Luanda

O Luanda Nightlife seleccionou seis restaurantes com a melhor relação qualidade/preço na capital angolana. São lugares onde ainda é possível não levar a carteira recheada e mesmo assim sair de lá com a barriga cheia, afirmam. Para além de serem “em conta” destacam-se também pelo atendimento simpático e ambiente acolhedor e caloroso.
:
  

No entanto, o maior portal angolano de apreciações e críticas a restaurantes alerta para a “nossa realidade peculiar”, tendo em conta que Luanda é das cidades mais caras do mundo e que, em média, o preço de um prato de carne ronda os 3000 kwanzas e de um prato de peixe os 3500 kwanzas.

Restaurante Etíope

Pelas ruas do Bairro Operário encontramos um dos restaurantes em Luanda com melhor relação preço-qualidade. Não existe menu – só tem os pratos da casa. A casa oferece um dos mais conhecidos pratos típicos da Etiópia: uma mistura de diferentes tipos de carnes, vegetais e legumes, servidos por cima de uma base de pão etíope numa travessa de alumínio. Esta mesma travessa serve, confortavelmente, duas pessoas famintas. A nossa refeição, amplamente regada com Cucas geladas e ainda um tradicional café etíope para cada, rondou os 3000 kwanzas.

Vista da Fortaleza

Este restaurante é uma anomalia na Chicala por não ser uma barraca e por ter um extenso e variado menu com comida indiana, chinesa, portuguesa e angolana. Pertencente a uma família indiana e com cozinheiros de vários países, a Vista da Fortaleza tem uma vasta gama de pratos abaixo dos 3000 kwanzas, incluindo pratos tradicionais angolanos bem como os pratos tradicionais chineses e indianos. Normalmente, o prato do dia custa 1500 kwanzas. Convém dizer também que o restaurante oferece serviço de takeaway.

Restaurante Bar 688

O coqueluche do chef angolano Rui Sá. O 688 auto-intitula-se como sendo um restaurante de cozinha angolana gourmet. Localizado no Bairro Popular, lá podemos encontrar variações deliciosas de pratos tradicionais angolanos num espaço sem pretensões, num bairro sem grande alarido e com preços “em dia”. A relação qualidade/preço é óptima e nunca sentimos que estamos a pagar demais pelo que comemos. Os preços são medianos para Luanda, com os pratos principais entre os 2500 e 3500 kwanzas.

Kam’bar

É extremamente difícil encontrar restaurantes baratos na Ilha. Felizmente o Kam’bar veio acabar com essa brincadeira. É um espaço bonito, bastante acolhedor, com muita atitude e personalidade própria. A decoração está uma delícia e foi pensada até ao último detalhe. O Kam’bar tem a honrosa distinção de ter as gambas ao alho mais baratas da cidade – sim, da cidade! – 1300 kwanzas por sete gambas, das grandes, com um molho divinal e pão levemente tostado para acompanhar. O prato mais caro no menu custa 2500 kwanzas – medalhões com bacon e cogumelos salteados. Há também escolhas vegetarianas. O menu é pequenino, mas os preços também.

Ler Artigo Completo

Mais Lidas

:
Rotinas