Ver Angola

Economia

Angola quer saber quantos cidadãos nacionais vivem na República Democrática do Congo

Angola tem em curso uma campanha de sensibilização na República Democrática do Congo (RDCongo) que antecede o início da contabilização do número real de angolanos residentes naquele país vizinho, disse o embaixador angolano em Kinshasa.

:

Emílio Guerra explicou que a comunidade angolana na RDCongo, estimada em 165 mil, é a maior no estrangeiro, estando a ser criada uma base de dados para se saber o verdadeiro número de angolanos a residirem no país vizinho.

"Nós devemos albergar aqui a maior comunidade angolana no exterior", afirmou o embaixador, salientando que a realização de uma estatística é difícil mesmo com o apoio das autoridades congolesas. "Eles também não têm dados fiáveis, mas os dados obtidos há uns dois anos apontavam para a existência em três bairros de Kinshasa de cerca de 165 mil", referiu Emílio Guerra em declarações à rádio pública angolana.

O embaixador angolano na RDCongo referiu ainda que apurar o número real de angolanos naquele país passa inicialmente por sensibilização da comunidade, o que está já em curso. No início deste mês, as autoridades congolesas deram arranque ao processo de registo dos cidadãos nacionais que residem em Angola, para apurar em concreto o número de congoleses que residem em Angola.

Angola partilha com a RDCongo uma fronteira terrestre com cerca de 2.500 quilómetros, tendo sido este o país vizinho que mais refugiados angolanos acolheu nas mais de três décadas de guerra que Angola enfrentou após a independência e o período de guerra civil que se seguiu.