Ver Angola

Ambiente

Puma Energy instala uma das maiores plataformas mundiais de amarração de petroleiros na Baía de Luanda

A petrolífera Puma Energy concluiu a instalação, ao largo de Luanda, de um dos maiores sistemas de amarração de navios petroleiros, permitindo a carga e descarga de até 4000 metros cúbicos de produto por hora.

Puma Energy:

Este sistema convencional de amarração de navios concluiu os primeiros testes na terça-feira e funcionará como um ponto estratégico em África para a atracagem de petroleiros de pequeno e grande porte, para descarga e carregamento de produtos petrolíferos, segundo um comunicado da empresa.

Instalada na Baía de Luanda, a nova plataforma está localizada próximo das instalações da Pumangol (subsidiária angolana), no porto da capital, que estão igualmente em fase de ampliação para aumentar a capacidade de armazenamento de produtos petrolíferos para 276.000 metros cúbicos.

A Puma Energy é uma empresa petrolífera com actividade nos mercados de refinação e distribuição de combustível em mais de 45 países e garante e que a infra-estrutura instalada em Luanda é uma das maiores do género em todo o mundo.

Funciona com duas linhas equipadas com meios de sinalização marítima para garantir as manobras de aproximação, atracagem, carga e descarga de petroleiros. Permitirá receber navios até 225.000 DWT (peso morto, toneladas), tendo capacidade bidireccional de transferir um fluxo de até 4000 metros cúbicos de produtos petrolíferos por hora.

O grupo com sede em Singapura tem eixos regionais em Joanesburgo (África do Sul), San Juan (Porto Rico), Brisbane (Austrália) e Talin (Estónia), tendo entrado em Angola em 2004 (Pumangol), através de uma parceria com a concessionária estatal Sonangol.

A Pumangol construiu estruturas nas 18 províncias angolanas, incluindo instalações de armazenamento a granel e uma rede de retalho com 71 bombas de combustível.