Ver Angola

Transportes

DP World inicia operações no terminal multiusos do Porto de Luanda

A DP World, um dos principais fornecedores globais de soluções logísticas inteligentes, iniciou esta Segunda-feira a operação no Terminal Multiusos (TMU) do Porto de Luanda.

:

O TMU foi entregue à DP World pelo Porto de Luanda, na sequência da adjudicação de um contrato de concessão pelo prazo de 20 anos assinado em Janeiro por António Bengue, presidente do Porto de Luanda, e por Sultan Ahmed Bin Sulayem, presidente do Grupo e CEO da DP World.

Em comunicado remetido ao VerAngola, a DP World avança que nomeou Francisco Pinzón como CEO da DP World Luanda. Cidadão panamiano, "com mais de 20 anos de experiência em operações e gestão portuária", trabalhou até ao momento em portos do Panamá, Bahrein, Peru, Geórgia, Djibuti e Argélia. Ingressou na DP World em 2016 como COO da DP World Djibuti e em 2018 foi nomeado Director de Excelência Operacional para África e Médio Oriente. Antes de assumir o desafio para o qual foi agora nomeado, foi Vice-Director-Geral da DP World Djazair, na Argélia.

A DP World Luanda vai investir 190 milhões de dólares na melhoria do Terminal para o transformar num importante entreposto comercial da costa sudoeste africana. O terminal é a oitava instalação portuária actualmente gerida e operada pela DP World na região da África e Médio Oriente.

Estão já em curso melhorias no terminal, potenciadas pela aquisição de novos equipamentos, incluindo 30 camiões, oito empilhadores de longo alcance, quatro manipuladores vazios, e quatro empilhadoras, acrescenta e empresa.

Vão também ser construídas novas instalações para o pessoal e incorporadas gruas Rubber Tyred Gantry (RTGs) na frota do terminal – as primeiras do género a serem introduzidas em Angola. A DP World refere que as RTGs melhoram a eficiência da operação, são mais benéficas para o ambiente e permitem uma melhor utilização da área total do terminal.

Francisco Pinzón, CEO da DP World Luanda, sublinha que se sente "honrado por liderar e trabalhar com a equipa da DP World Luanda nesta fase de desenvolvimento estratégico do terminal. Aproveitando a nossa experiência internacional, a tecnologia e as capacidades de toda a cadeia de fornecimento, vamos colocar ao serviço deste projecto as nossas melhores práticas e sistemas para que o terminal aumente substancialmente a sua produtividade e os seus resultados".

O mesmo responsável lembra que já se iniciou "o processo de integração do pessoal local na DP World Luanda", acrescentando que em breve serão implementados novos programas de formação e de desenvolvimento profissional. Está também nos planos a construção de novas instalações e a intalação de novos equipamentos.

Já Suhail Al Banna, CEO e Director Geral da DP World, Médio Oriente e África, aproveitou a oportunidade para dar as boas-vindas a todos os colegas angolanos que integram agora a equipa da DP World. "Orgulhamo-nos de estar em Angola para continuar a desenvolver o terminal como um dos entrepostos comerciais mais relevantes da região da África Austral, apoiando os objectivos de crescimento económico do país, atraindo mais investimento e aumentando as trocas comerciais entre Angola e os seus parceiros", afirmou.

Relacionado