Ver Angola

Turismo

Ministério do Turismo aposta na criação de aldeia turística no Cuanza Sul

O Ministério do Turismo quer criar uma aldeia turística no Cuanza Sul, no âmbito do Programa de Desenvolvimento e Fomento das Aldeias Turísticas Rurais (Prodefatur). A tutela tem como objectivo promover o turismo e, assim, atrair pessoas de todo o mundo para a zona, a partir de 2022.

: Quedas de água de Binga no rio Keve
Quedas de água de Binga no rio Keve  

Dínis Quiçassa, chefe do departamento do Ministério do Turismo, revelou que o programa pretende desenvolver o turismo rural tendo como base as actividades e cultura da região.

O responsável fez saber, citado pela Angop, que o objectivo é implementar a aldeia turística na localidade da Boa Entrada. A escolha advém do facto de esta localidade ser conhecida pela sua produção de café, devido à presença de Roças de Café e Fazendas de Palmares, pelas várias atracções naturais – como as quedas de água de Binga no rio Keve – e pelos monumentos e arquitectura colonial que podem ser de interesse explorar para potenciar o turismo, explicou.

Emília Chinawalile, vice-governadora para o sector político, social e económico, aplaudiu a medida e deixou claro que o governo do Cuanza Sul está totalmente disponível para colaborar com a implementação deste projecto.

A vice-governadora considerou ainda que este projecto vai ajudar a combater a pobreza da região.

Além da província do Cuanza Sul também a província de Benguela, na comuna do Dombe Grande, vai receber um projecto semelhante.

O Prodefatur consiste em ajudar as populações locais a estruturarem uma oferta turística que vá de encontro às actividades da região. O objectivo é diversificar a oferta turística daquela região, melhorando as condições sociais das populações, gerando novas oportunidades de emprego e aumentando as receitas dos pequenos produtores locais.