Ver Angola

Matérias Primas

Exploração de diamantes em suspenso. Catoca dispensa parte dos trabalhadores

A Sociedade Mineira de Catoca decidiu suspender parcialmente a exploração de diamantes nas novas concessões. Foram também dispensados parte dos trabalhadores. As medidas foram adoptadas como forma de prevenção contra a Covid-19.

:

As medidas vão permanecer em vigor até dia 11 de Abril, revelou a empresa em comunicado, citado pela Angop. No entanto, a sociedade admite que estas podem ser prolongadas caso a situação da Covid-19 no nosso país piore.

No comunicado, a Catoca explica que só alguns serviços é que vão continuar em funcionamento: "As restrições implicam a paralisação de todas as operações de produção da Central de Tratamento nº1 (CT1), assim como a paragem total dos trabalhos nas concessões Tchiafua, Gango e Luangue, estando apenas acautelada a segurança das instalações e dos meios fixos", revela.

Apesar de o número de trabalhadores a permanecer na exploração ter sido reduzido, vão ser adoptadas medidas de protecção: os trabalhadores vão passar a estar isolados e a unidade sanitária da empresa, juntamente com o Gabinete Provincial da Saúde, vai vigiar os trabalhadores para controlar o aparecimento de eventuais sintomas.

A Sociedade Mineira de Catoca explora a quarta maior mina de diamantes do mundo. Com mais de cinco mil trabalhadores, a empresa é responsável por mais de 75 por cento da produção diamantífera no nosso país.