Ver Angola

Defesa

Igreja Católica suspende padre detido por envolvimento em “negócios ilícitos” de residências

A Igreja Católica decidiu suspender um padre, da província de Benguela, detido sob acusação de suposto envolvimento em "negócios ilícitos" no processo de venda de residências em bairros da Baía Farta, Luhongo e Lobito.

:

Segundo noticia a imprensa local, o padre Valentim Joaquim Jamba, afecto à paróquia Sé Catedral de Benguela, detido na Quarta-feira pelo Serviço de Investigação Criminal (SIC), foi suspenso de todas as actividades pastorais na noite de Quinta-feira.

Em comunicado de imprensa, assinado pelo bispo de Benguela, António Francisco Jaca, a diocese local refere que enquanto decorrem as investigações, o sacerdote fica também suspenso das funções que exerce no Instituto de Ciências Religiosas de Angola.

De acordo com o governo de Benguela, o padre foi detido por suposto envolvimento em negócios ilícitos, através da suposta intermediação no processo de venda livre do património habitacional do Estado existente naqueles bairros.

O gabinete de comunicação social do governo de Benguela adianta que o crime, agora dectetado, "em nada tem a ver" com o processo levado a cabo pelo governo local e que diz respeito à venda dirigida de habitações.

A nota informativa, acrescenta, por outro lado, que o trabalho de intermediação para a venda de residências aos funcionários do Estado foi "exemplarmente" coordenado pelo padre José Inácio Hiliek, assessor do governador da província, e "não existe qualquer ligação" entre o padre/assessor e o detido pelo SIC.