Ver Angola

Comércio

Chineses produzem 500 toneladas de arroz na Huíla. Saco de 25 quilos custará 12.000 kwanzas

Um projecto financiado pela China fez disparar os números da produção de arroz no mercado. De acordo com o empresário chinês Xu Liang, responsável pelo projecto, foram colhidas, até à semana passada, mais de 500 toneladas de arroz, mais 200 toneladas do que no período homólogo do ano anterior.

:

As mais de 500 toneladas de arroz foram colhidas numa fazenda localizada na Huíla. De acordo com o responsável os números são bastante positivos, afirmando que a produção aumentou cerca de 200 toneladas, comparativamente ao mesmo período no ano passado.

Em declarações à Angop, o empresário sublinhou que este aumento vai ao encontro de um dos objectivos do investimento chinês: assegurar que a produção de arroz aumenta de ano para ano.

Segundo Xu Liang, o processo de descasque do arroz já está a ser feito. O produto já se encontra pronto a ser comercializado, adiantou, revelando que um saco de 25 quilogramas custa 12 mil kwanzas.

O projecto, que conta com o investimento chinês, prevê ainda apoiar as produções de feijão e batata. De acordo com o responsável, o projecto ocupa um total de 500 hectares que se dedicam à produção de arroz, milho, batata e cebola.

O projecto foi implementado em 2016 e visa aumentar a produção de arroz, para que esta chegue às três mil toneladas por ano até 2022.