Ver Angola

Banca e Seguros

Covid-19: BNA recomenda encerramento de agências com menos clientes

O Banco Nacional de Angola (BNA) recomendou aos bancos o encerramento das agências menos frequentadas, no âmbito das medidas de contingência a implementar para travar a pandemia de Covid-19.

: Lusa
Lusa  

Esta foi uma das recomendações que o regulador fez à Associação Angolana de Bancos (ABANC), na Sexta-feira, numa reunião que juntou o Governador do BNA, José de Lima Massano, e o vice-presidente da ABANC e presidente executivo do Banco Internacional de Crédito, Hugo Teles.

Num documento a que a Lusa teve acesso, a ABANC expõe algumas das medidas já adoptadas pelos bancos nacionais para evitar a propagação da doença, incluindo uso de luvas e máscaras, álcool em gel, e limpeza e desinfecção das instalações, admitindo vir a fazer atendimento ao público com os clientes alinhados do lado de fora e apenas uma entrada de cada vez.

O BNA, por seu lado, aconselha um "levantamento das agências menos frequentadas para encerrá-las" e diminuição da afluências ao balcões privilegiando maior uso dos canais electrónicos, como "home banking" e multibanco.

Recomenda igualmente "um calendário de actuação por zonas" para funcionamento da rede e acesso dos clientes aos balcões e horários de trabalho flexíveis, "dispensando o pessoal não essencial".

O regulador sugere igualmente mais caixas para depósitos do que para levantamentos e alteração do esquema para grandes depositantes, "ponderando sobre soluções para não deterem tantos kwanzas, definindo meia dúzia de balcões para o efeito" em determinados dias e horários.

O BNA está também a avaliar a dispensa de determinados reportes, mantendo-se a realização da reunião anual das Assembleias Gerais dos bancos para discussão e aprovação de contas.