Emirates disponibiliza Internet gratuita em mais de uma centena de aviões

A Emirates oferece agora o acesso wi-fi em 106 dos seus aviões, sendo que a cada mês mais duas ou três aeronaves são equipadas com este serviço. Depois de actualizar o serviço no início de Fevereiro com um processo de acesso simples, a Emirates tem registado um aumento de 25 por cento na captação de novos utilizadores.
:
  

A empresa continua a investir mais de 20 milhões de dólares por ano na instalação de sistemas de conectividade de bordo que permitem o acesso à Internet durante os voos. Nos percursos de longa distância, os superiores a 14 horas, mais de 30 por cento dos passageiros recorrem à Internet e, mais recentemente, durante um voo para Nova Iorque, a companhia registou 66 por cento dos passageiros online.

Actualmente, o serviço wi-fi está disponível em todas as 59 aeronaves Airbus A380 da Emirates e 47 dos Boeing 777. Em mais de 60 por cento da frota instalada, os primeiros dados de 10 MB são gratuitos – o suficiente para uma actualização nos social media (Facebook, Twitter, Instagram, etc.) ou mensagens de texto via aplicativos de mensagens instantâneas. Depois disso, e para o resto da frota, os usuários podem desfrutar de 500 MB de dados por um dólar. O serviço gratuito ou pago, tem registado um aumento de cinco vezes o número de utilizadores desde Outubro passado.

Além de oferecer conectividade wi-fi em todos os voos do A380, a Emirates está no processo de conversão de todos os seus Boeing 777-300ER e 777-200LR para disponibilizar o wi-fi, ao ritmo de três aviões por mês. "Como o conector global de pessoas e lugares, a Emirates está empenhada em disponibilizar o serviço em toda a nossa frota. Os clientes procuram o acesso wi-fi, especialmente durante a viagem, e está-se a tornar um hábito para a maioria das pessoas que querem ficar conectadas através de redes sociais online e mensagens instantâneas. A Emirates está a subsidiar este custo de forma a tornar um serviço disponível a todos os seus passageiros, de forma gradual, mas definitiva num futuro próximo para todos os passageiros nas suas rotas nos seis continentes. Prevemos que o acesso a bordo seja o futuro para todos os nossos clientes, algo tendencialmente gratuito e sem limitações", afirma Patrick Brannelly, vice-presidente da Divisão de Experiência do Cliente, em comunicado remetido ao VerAngola.

Devido às limitações técnicas industriais actuais, como a velocidade e disponibilidade de largura de banda e da falta de hardware avançado e suporte de software, a pequena taxa cobrada para os dados adicionais tem como objectivo manter o serviço Wi-Fi operacional.

Em 2014, cerca de 650.000 clientes utilizavam o serviço wi-fi da Emirates a bordo e desde o início de Março deste ano, mais de 350.000 clientes já utilizaram o serviço.De acordo com dados da companhia aérea, as páginas mais acedidas pelos passageiros a bordo são Facebook e Google, e serviços como Skype e WhatsApp.

Mais Lidas