Ver Angola

Transportes

Asperbras torna mais especial regresso às aulas das crianças angolanas

O Grupo Asperbras, por meio da Asperbras Veículos Comerciais, representante das concessionárias MAN-Volkswagen, transformou o regresso às aulas num momento especial para 200 crianças do CEDUC - Centro Educacional Cristão - em Luanda. O CEDUC proporciona ensino primário e cursos profissionalizantes baseados nos princípios cristãos a jovens que procuram ingressar no mercado de trabalho.

:

Numa cerimónia animada e descontraída, que contou com apresentações de danças e coros dos alunos do Centro Educacional, a Asperbras fez a entrega dos kits escolares completos, com mochila, estojo e lápis de cor, bola para os meninos e boneca para as meninas. O evento foi idealizado pela instituição de ensino em retribuição e agradecimento às doações constantes do grupo.

“Para a Asperbras, foi muito gratificante perceber que esse gesto representou para as crianças, não apenas um incentivo aos estudos, por meio da doação dos kits escolares, mas também uma forma de carinho, ao sentirem que existem pessoas que se preocupam com elas” afirmou Geraldo Hypolito, director-geral da Asperbras Veículos Comerciais, em comunicado remetido ao VerAngola.

Os irmãos José Roberto Colnaghi e Francisco Colnaghi, fundadores e directores da Asperbras, acreditam que o grupo, além de contribuir com suas actividades para a modernização do país, tem no seu DNA contribuir com projectos sociais nas regiões onde actua, sendo gratificante verificar esses resultados no desenvolvimento de Angola. “A felicidade no rosto de cada criança ao receber os presentes foi emocionante. Muitos alunos precisavam de mochilas para levarem seus materiais escolares. Muitas delas carregavam em sacolas plásticas ou embalagens não apropriadas” explicou Itamar Vieira, director do CEDUC.

O CEDUC é uma instituição de ensino inaugurada no final do ano de 2014 para auxiliar na demanda educacional do país, sempre seguindo como parâmetros os objectivos gerais da Educação Primária e Secundária definidos pelo regimento da Educação Nacional Angolana. A escola pretende em 2016 ampliar sua actuação e atender ao ensino secundário.