Novo aeroporto de Luanda deverá ser o “mais importante” na África Central

O presidente da Empresa Nacional de Exploração de Aeroportos e Navegação Aérea (ENANA) disse esta quinta-feira que o novo aeroporto internacional de Luanda, que começa a operar em Março de 2017, será o "mais importante" na África Central.
:
  

Manuel Ceita falava aos jornalistas à margem da visita do Presidente José Eduardo dos Santos à obra de construção do novo aeroporto da capital de Angola, que está a ser edificado no município do Icolo e Bengo, a 30 quilómetros de Luanda, tida como a maior obra pública do país.

"Este aeroporto será um 'hub' que vai retirar algum tráfego [aéreo] da parte central e da parte sul de África e pensamos que nesta região será o aeroporto mais importante. Vamos nessa altura competir com outras regiões", afirmou o presidente do conselho de administração da empresa pública que gere os aeroportos angolanos.

A construção do novo aeroporto internacional angolano está a cargo da Empresa China International Fund Limited - CIF, por 3,8 mil milhões de dólares e deverá estar concluída até ao início de 2017, seguindo-se um período de testes, ao longo do primeiro trimestre do mesmo ano. Deverá receber, anualmente, cerca de 15 milhões de passageiros, enquanto o actual aeroporto 4 de Fevereiro, em pleno centro de Luanda, deverá concentrar-se na aviação executiva. "O novo aeroporto constituirá também um polo económico e financeiro do país", afirmou o presidente da ENANA.

A construção do novo aeroporto de Luanda arrancou em 2004, sendo financiada por fundos chineses englobados na linha de crédito aberta por Pequim para permitir a reconstrução de Angola, depois de terminado um período de três décadas de guerra civil. O China International Fund Limited, entidade que financia o projeto, refere no seu sítio oficial na internet que tem em mãos a construção do "maior aeroporto em África", a propósito desta obra.

Mais Lidas