Ver Angola

Educação

EUA oferecem bolsas de estudo a estudantes angolanos. Candidaturas já abriram

Os Estados Unidos da América (EUA) vão disponibilizar quatro bolsas de estudo para os estudantes angolanos que queiram fazer um mestrado, no âmbito do programa Fullbright, que visa promover o intercâmbio educacional internacional e aumentar a compreensão mútua entre os povos dos EUA e os povos de outros países.

:

As candidaturas para as bolsas, que dizem respeito ao ano académico 2020/2023, já estão abertas e o prazo máximo para as submeter termina no dia 16 de Abril.

De acordo com o Expansão, vão ser disponibilizadas quatro bolsas de mestrado para os estudantes angolanos. As bolsas dizem respeito às áreas de administração pública, ciências políticas, economia agrícola, comunicação, saúde pública, entre outros.

Os candidatos terão de preencher alguns requisitos caso queiram concorrer: devem ser cidadãos angolanos que residem actualmente no país, ter uma licenciatura com duração de quatro anos (incluindo a defesa de tese de licenciatura) e falar fluentemente inglês.

Neste último ponto, os candidatos devem provar a sua proficiência na língua inglesa através da realização de um teste disponibilizado pela embaixada ou anexar as notas do Test of English as a Foreing Language (TOEFL) caso o candidato já o tenha realizado.

Para os candidatos que possuam uma licenciatura de três anos é exigido que seja concluído um ano suplementar de estudos superiores ao nível da licenciatura.

Candidatos que já usufruíram anteriormente de uma bolsa Fullbright, têm dupla nacionalidade (americana e angolana), obtiveram um grau académico ou um diploma universitário nos EUA, não estão a viver em Angola aquando da candidatura ou que já tiveram uma longa experiência académica ou profissional nos Estados Unidos, ficam de fora do programa.

O programa Fullbright foi criado em 1998 e permite que pessoas de outros países façam mestrado, presencialmente, em universidades americanas. Desde a criação, que o programa já atribuiu bolsas de estudo a 54 angolanos.

Saiba mais sobre o programa e como se pode candidatar aqui.