Ver Angola

Saúde

João Lourenço garante que Hospital “Pedalé” vai prestar assistência médica a toda a população

Ao contrário do que inicialmente se tinha dito, o Hospital Pedro Maria Tonha “Pedalé” vai prestar assistência médica a todas as pessoas. A garantia foi dada pelo Presidente, João Lourenço, quando visitou as obras no Sábado.

:

Durante a visita que fez no Sábado às obras de construção do Hospital "Padalé", o Presidente da República afirmou que as notícias que davam conta de que aquela unidade hospitalar serviria para prestar assistência médica apenas à classe política do país não eram verdade. João Lourenço assegurou que o hospital vai ter as portas abertas a toda a população: "imagina um hospital desses para servir a classe política, em nenhuma parte do mundo isso é possível, portanto o que foi dito não passa de mera especulação".

O Hospital "Pedalé" começou a ser construído em 2012, mas as obras pararam em 2016 devido a problemas financeiros. Contudo, João Lourenço fez ainda saber que os problemas financeiros em torno da empreitada – avaliada em cerca de 220 milhões de dólares – estão a ser resolvidos para que as obras não voltem a parar, escreve o Novo Jornal.

Estima-se que as obras terminem em Maio de 2021. A unidade hospitalar será composta por 144 camas, 36 gabinetes de consulta, 16 salas de exame, 33 cadeiras de hemodiálise, cinco blocos operatórios, um hotel com 100 quartos e um edifício com 20 apartamentos.

João Lourenço também revelou, durante a sua deslocação, que a primeira fase da reabilitação e ampliação do Hospital Sanatório de Luanda ficará concluída este ano. "O que está a faltar é essencialmente equipamentos e, havendo os pagamentos que são necessários, podemos inaugurar, pelo menos a primeira fase, ainda antes do final deste ano, o que seria ideal", afirmou.