Ver Angola

Energia

Governo quer 1132 postos de combustível no país até 2022

Os números são avançados por Albino Ferreira, director-geral do Instituto Regulador dos Derivados de Petróleo (IRDP). A meta estabelecida é de 1132 postos de abastecimento de combustíveis até 2022.

:

O último mapeamento de postos de combustível no país foi realizado em Junho de 2018, sendo que o país contava com 1107 postos de abastecimento.

Tendo em conta a crise económica, o instituto mostrou-se prudente quando toca a apontar o crescimento: 1132 postos até 2020. São apenas mais 25 postos de combustível em dois anos - tendo em conta o último mapeamento - de modo a não serem criadas falsas expectativas, referiu o responsável à Angop.

À margem do seminário de apresentação do Mapeamento Nacional de Postos de abastecimento de Combustíveis e Legislação, o responsável afirmou que foi constatado “com os operadores e todos os envolvidos” que o ritmo de construção dos postos de abastecimento “não é tão grande, mas está dentro do contexto sócio-económico”.

Sem avançar números, Albino Ferreira deu conta de que Luanda é a província com maior concentração de postos de abastecimento. Notou ainda que o aparecimento das centralidades aponta uma tendência para o aparecimento de ainda mais postos.

“A cidade de Luanda ainda tem capacidade de receber mais postos de abastecimento, tanto pela sua densidade populacional como geográfica”, afirmou.

O seminário de apresentação decorrido esta Sexta-feira, para além de avançar dados relevantes para o sector, pretende ainda ser uma forma de encorajar potenciais investidores neste negócio.

O responsável referiu que, num posto de abastecimento, para além dos combustíveis é também possível venderem-se outros produtos, os chamados negócios periféricos.