Ver Angola

Economia

Banco Mundial disponibiliza oito milhões para levar água potável ao Uíge

O Banco Mundial (BM) vai disponibilizar mais de oito milhões de euros para ajudar a cidade do Uíge a construir uma nova rede de abastecimento de água potável à população.

:

Feitas as contas, ao longo deste ano o BM vai disponibilizar um total de oito milhões, 777 mil e 211 euros. Este dinheiro tem como objectivo avançar com um projecto que visa melhorar a distribuição de água potável à população.

O projecto é ambicioso: a rede de abastecimento de água potável vai ter 100 quilómetros de extensão, permitindo assim fazer 10 mil ligações domiciliares para bairros suburbanos da cidade do Uíge.

Os bairros que vão beneficiar desta nova construção são os bairros Papelão, Paco Benze, Kilala, Catapa, Candombe Velho, Quimacungo, Yomessa, Gai e Mbemba Ngango.

Em declarações à Angop, Emília Dias Fernandes, presidente do conselho de administração da empresa de águas do Uíge, revelou que o projecto está previsto começar já em Março e estima-se que dure três anos até ficar concluído.

O objectivo, segundo a responsável, é que até 2025 a cidade do Uíge passe a ter um total de 30 mil ligações domiciliares.

O trabalho tem sido desenvolvido nesse sentido, adiantou Emília Dias Fernandes. Entre 2012 e 2018 foram construídas 19 mil e 400 ligações domiciliares no Uíge e em 2018 foi assinado um acordo entre o governo do Uíge e o BM para melhorar o abastecimento de água potável aos moradores daquela zona.