Ver Angola

Defesa

Caso '500 Milhões': Manuel Nunes Júnior não apareceu em tribunal

Manuel Nunes Júnior, ministro de Estado do Desenvolvimento Económico e Social, não apareceu em tribunal. O ministro ia ser ouvido esta Terça-feira, na qualidade de testemunha, no ‘Caso 500 Milhões’.

:

O interrogatório do ministro estava agendado para esta Terça-feira, contudo, a sessão acabou por ser adiada depois de Manuel Nunes Júnior não ter aparecido, invocando razões de agenda.

A audição foi reagendada para Quarta-feira às 09h30, sendo Manuel Nunes Júnior a última das testemunhas a ser ouvida pelo colectivo de juízes presidido por João da Cruz Pitra.

"Por não termos uma resposta e pelo adiantado da hora, o tribunal decidiu que se adia a sessão de discussão e julgamento. Vamos entrar em contacto com os serviços necessários para sabermos o que se passou, porque a falta em tribunal pode ser punível com multa e temos de verificar o que realmente se passou", afirmou a porta-voz do julgamento, citada pelo Novo Jornal.

Quanto às declarações de José Eduardo dos Santos, Amor de Fátima disse que o tribunal continua à espera das respostas do ex-presidente ao questionário enviado.

Manuel Nunes Júnior – que à data dos acontecimentos era ministro de Estado da Coordenação Económica e Social – foi incluído na lista de testemunhas da defesa de Valter Filipe, antigo governador do Banco Nacional de Angola (BNA), por, alegadamente, ter estado presente numa reunião em que o antigo presidente terá autorizado a criação do fundo de financiamento de 30 mil milhões de dólares.

Relacionado