Ver Angola

Opinião A opinião de...

Uso de energias renováveis como factor essencial de desenvolvimento sustentável na província de Luanda

Domingos Buba

Académico do Curso de Engenharia Eléctrica da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).

O presente artigo tem como objectivo abordar o uso das energias renováveis como factor essencial para desenvolvimento sustentável na província de Luanda, mostrando as principais vantagens que contribuem para o desenvolvimento social e económico do país, sobretudo o uso da energia solar com a instalação de painéis fotovoltaicos, a fim de diversificar a matriz energética de Luanda e, sobretudo salvaguardar o meio ambiente e melhorar a qualidade de vida da população nativa.

:

Sustentabilidade é, na verdade, o conjunto de práticas que proporcionam o equilíbrio da relação entre o meio ambiente e as suas comunidades humanas, principalmente as questões sociais, energéticas, económicas e ambientas. Nesse contexto, a sustentabilidade procura explorar o desenvolvimento dos recursos naturais para a satisfação das necessidades presentes sem comprometer a satisfação das necessidades futuras.

Seguindo essa lógica, outro termo muito importante é "Energia Renovável". As energias renováveis são energias resultantes de recursos renováveis, ou seja, são teoricamente inesgotáveis, como a energia hídrica, maremotriz, geotérmica, solar, eólica e de biomassa. Nesse sentido, a análise contemporânea sobre seu uso é crucial como factor de desenvolvimento sustentável para a província de Luanda. Além disso, entender as principais vantagens que contribuem para o desenvolvimento social e económico do país é imprescindível, sobretudo no que diz respeito à utilização da energia solar com a instalação de painéis solares. Segundo Sales (2010p.25), "a geração de energia, a termoeletricidade causa impactos ambientais que contribuem para o aquecimento global através de efeito estufa e da chuva ácida". Assim sendo, a instalação de placas solares iriam ajudar na melhoria da qualidade de vida da população nativa e salvaguardar o meio ambiente.

Entretanto, verifica-se que na realidade contemporânea angolana ocorre justamente o oposto, já que, o uso dessa energia limpa no país ainda é muito reduzida, e a energia térmica utilizada em caso de falha de máquinas ou falha de transporte da energia produzida em Laúca, Cambambe ou Capanda, causa impactos no meio ambiente devido à utilização dos combustíveis fósseis.

Segundo Fabiana Pacheco (2006, p.5-6) "Energia Solar é a energia proveniente do sol. Pode ser utilizado directamente para o aquecimento do ambiente, aquecimento de água e para produção de electricidade, com possibilidade de reduzir em 70% o consumo de energia convencional. Além disso, a radiação solar pode ser utilizada directamente como fonte de energia térmica, para aquecimento de fluidos e ambientes e para geração de potência mecânica ou eléctrica. Pode ainda ser convertida directamente em energia eléctrica, por meio de efeitos sobre determinados materiais, entre os quais se destacam o termoeléctrico e fotovoltaico.

O aproveitamento da iluminação natural e do calor para aquecimento de ambientes, denominado aquecimento solar passivo, decorre da penetração ou absorção da radiação solar nas edificações, reduzindo-se, com isso, as necessidades de iluminação e aquecimento. Assim, um melhor aproveitamento da radiação solar pode ser feito com o auxílio de técnicas mais sofisticadas de arquitectura e construção".

Com isso, é válido propor o uso da energia solar, que é captada através dos sistemas fotovoltaicos produtores de energia eléctrica e, sobretudo preserva o meio ambiente .Além disso, a energia solar é de extrema importância para a diversificação da matriz energética em Luanda, de modo a permitir a distribuição de energia nas zonas mais baixas da cidade de Luanda, onde geralmente são as mais penalizadas pela insuficiência da infraestrutura de distribuição de energia eléctrica.

Nesse sentido, o aumento do acesso à energia é fundamental para o desenvolvimento económico e social do país, ou seja, à medida que o consumo de energia aumenta, as condições sociais tendem a melhorar em função das suas actividades nocturnas, onde as indústrias, as empresas, os hospitais e, sobretudo a população poderão realizar certos trabalhos no turno da noite. Como consequência, também tende a melhorar a qualidade de vida da população. Portanto, estas energias benéficas estão continuamente conquistando o espaço que antes era ocupado totalmente pelas fontes fósseis.Esse fato tem sido propiciado pelo desenvolvimento tecnológico que permite o aproveitamento das fontes renováveis.

Diante desse exposto é válido indagar: de que forma o uso da energia renovável vai actuar como factor essencial de desenvolvimento sustentável na província de Luanda? Para alcançarmos o desenvolvimento sustentável de energia renovável, Angola precisa de investir valores significativos no sector de energia, fazer a diversificação da matriz energética, reforçar os cursos de engenharia civil, eléctrica, energia e mecânica nas universidades do país e não só, implementar o consumo de energia solar nas grandes cidades de Luanda e sobretudo nas zonas mais precárias da capital, a fim de reduzir as facturas do consumo de energia eléctrica. No entanto, percebe-se que não se trata de um trabalho fácil, porém com investimento, e profissionais qualificados,estaríamos dando passos bastante significativos rumo ao desenvolvimento sustentável.

Dessa forma,a implementação do uso das energias renováveis é fundamental em todos os sectores da província de Luanda, seja nas indústrias, escolas, hospitais, centros de formações, nas residências, nas vias públicas, entre outros. Nessa lógica, pode-se perceber que o debate acerca do uso da energia solar como factor essencial para o desenvolvimento sustentável na província de Luanda é imprescindível para a construção de uma sociedade mais justa desenvolvida e ambientalmente sustentável. Nessa perspectiva, ao invés de se usar fontes de energia alternativas como a termoeléctrica e geradores que prejudicam o meio ambiente torna-se imperativo a instalação de painéis solares, fonte de energia renovável, de modo a assegurar a qualidade de vida da população e a alavancar o desenvolvimento económico e social do país.

Assim, a sociedade de Luanda poderá caminhar em direcção ao desenvolvimento sustentável sem agredir o meio ambiente presente e futuro.

Referências

  • FUCHINO, João Moisés. USO DE ENERGIAS RENOVÁVEIS COMO FACTOR ESSENCIAL DE DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL NA PROVÍNCIA DE LUNDA SUL. Revista Eletrônica Kulonga- TES.ISSN 2707-353X,V.2 n.2,p.24-34,2020.
  • PACHECO, Fabiana. "Energias Renováveis: breves conceitos." Conjuntura e Planejamento 149(2006):4-11
  • Lima, Raquel Araújo. "A produção de energias renováveis e o desenvolvimento sustentavél: uma análise no cenário da mudança do clima." Revista Direito E-nergia(2012) DUPONT, Fabrício Hoff;GRASSI,FERNANDO;ROMITTI, Leonardo.
  • Energias Renováveis:buscando por uma matriz energética sustentável. Revista Eletrônica em Gestão, Educação e Tecnologica Ambiental Santa Maria,v.19, n.1, Ed.Especial, 2015,p.70-81. Revista do Centro de Ciências Naturais e Exatas-UFSM