Ver Angola

Política

João Lourenço dá luz verde a obra de reabilitação da escola ‘Angola e Cuba’

João Lourenço deu luz verde à obra de requalificação da escola 3042 ‘Angola e Cuba’. Além da escola, de acordo com o despacho presidencial, o chefe de Estado aprovou também o início das obras de construção do Mercado dos Correios e a reabilitação do Mercado do Kikolo.

:

Vão ser disponibilizados 6,7 mil milhões de kwanzas para a contratação de empreiteiros, com objectivo de avançar com os três projectos. Além disso, João Lourenço atribuiu cerca de 254 milhões de kwanzas para que sejam contratados serviços de fiscalização das respectivas obras, revela o despacho presidencial.

De acordo com o Novo Jornal, a conversa em torno da escola já não é nova. Com portas fechadas desde 2009 por risco de desabamento, a finalidade da escola foi várias vezes discutida e as dúvidas sobre se o edifício deveria ser demolido ou reabilitado surgiram várias vezes. Surgiram também algumas polémicas, entre as quais a suspeita de que estava a ser desviado dinheiro da instituição.

Contudo, as dúvidas sobre o destino final da escola sempre existiram: uma empresa acabou por ser contratada para requalificar a escola. Na altura, foram disponibilizados cerca de 44 milhões de kwanzas ao empreiteiro, mas a obra nunca foi iniciada.

Perante o impasse, a escola acabou por dar lugar a um depósito de lixo. No entanto, o cenário está prestes a mudar.

O documento presidencial foi aprovado "no âmbito do Plano de Acção 2018-2022", que visa colocar em prática um conjunto de projectos para dar resposta às "principais carências da população" em Luanda.