Ver Angola

Energia

Sonangol e Eni assinam contrato para projecto fotovoltaico em Caraculo

A Solenova, ‘joint venture’ da petrolífera italiana Eni e da Sonangol assinou um contrato para desenvolvimento da primeira fase do projecto fotovoltaico de Caraculo, na província do Namibe.

:

A central terá uma capacidade total de 50 MWp (megawatts-pico) a ser construída por fases, sendo a primeira fase de 25 MWp, adianta o comunicado divulgado pela Eni.

A central fotovoltaica de Caraculo "será uma importante fonte de energia eléctrica na província do Namibe, a partir de um recurso renovável, e permitirá a redução do consumo de gasóleo para a produção de electricidade, reduzindo assim a emissão de gases com efeito de estufa" e "contribuindo para a transição energética de Angola", refere a petrolífera.

A Solenova é a 'joint venture' da Eni e da Sonangol para o desenvolvimento de projectos de energias renováveis e será responsável pela engenharia, aprovisionamento e construção da central, que deve entrar em funcionamento no quarto trimestre de 2022.

"Além do impacto positivo no ambiente, o projecto contribuirá também para o desenvolvimento sustentável das comunidades nas áreas circundantes, que beneficiarão de intervenções sociais, incluindo nas vertentes de acesso à energia, acesso à água, saúde e educação", acrescenta o comunicado.