Ver Angola

Política

Bornito de Sousa recebe André Sinela, o mais jovem PhD angolano formado em França

André Mundombe Sinela, considerado como o PhD mais novo do país em 2018 e que está a representar Angola no Saison África 2020 – uma iniciativa da Universcience, que tem como objectivo divulgar estudos científicos de 49 jovens africanos com menos de 35 anos – foi recebido esta Quarta-feira pelo vice-Presidente da República, Bornito de Sousa.

:

André Sinela tem 32 anos, é natural do Huambo e é PhD em Bioquímica Alimentar pelo Centro Internacional de Estudos Superiores em Ciências Agronómicas de França, onde também tirou um mestrado em Tecnologia Alimentar.

"O jovem doutor formou-se fruto de uma bolsa co-financiada pela cooperação Angola e França. Em 2018, o Dr. Sinela foi premiado na categoria de Destaque Académico do Projecto "Angola 35 Graus" e foi considerado o PhD mais novo de Angola, naquele ano", pode ler-se num comunicado remetido ao VerAngola.

A nota revela ainda que o jovem é professor no Instituto Superior de Tecnologia Agro-Alimentar de Malanje e é o criador da "Ombuto Yetu", que desde o início deste mês está patente na Saison África 2020 – uma iniciativa da Universcience, que tem como objectivo divulgar estudos científicos de 49 jovens africanos com menos de 35 anos.

A start-up "consiste na instalação de uma escola de campo que visa apresentar soluções para a melhoria e multiplicação de sementes locais, bem como a aplicação de boas práticas agrícolas", indica a nota.

Relacionado