Primeira-ministra da Noruega em Angola quer reforço de cooperação

Angola e Noruega manifestaram vontade em intensificar e diversificar a cooperação bilateral, ainda muito baseada no sector do petróleo e gás, tendo as autoridades de Oslo saudado as reformas económicas levadas a cabo pelo Governo.
:
  

A vontade está expressa num comunicado conjunto por ocasião da visita oficial a Angola, de apenas 12 horas, que está a ser feita pela primeira-ministra da Noruega, Erna Solberg, divulgado após uma reunião com o Presidente, João Lourenço, em Luanda.

No comunicado do encontro, que não contou com declarações à imprensa, é indicado que a governante do reino norueguês convidou João Lourenço a visitar oficialmente a Noruega em data a acertar por via diplomática.

Segundo o documento, Erna Solberg congratulou-se com os esforços de Luanda no sentido de "proporcionar um ambiente empresarial mais atractivo" e "susceptível de facilitar a mobilização de empresas estrangeiras" e a "promoção do investimento internacional".

Nesse sentido, destacou as medidas tendentes à protecção adequada dos investimentos, o combate contra a corrupção e a garantir de segurança jurídica, apontando a decisão de Angola ter atribuído a isenção de vistos de entrada no país a cidadãos noruegueses.

"As partes passaram em revista a cooperação bilateral e consideram importante a sua diversificação, uma vez que ainda permanece muito focalizada no sector do petróleo e gás", lê-se no comunicado.

Erna Solberg chegou esta Segunda-feira a meio da manhã à capital, de onde partiu cerca das 22h30. Visitou o Centro de Apoio à Pesca Artesanal, na ilha de Luanda, que beneficia da cooperação norueguesa, e participou ainda num fórum económico com empresários angolanos.

Mais Lidas