1.º de Agosto e Progresso do Sambizanga anulam-se em dérbi de Luanda

O tricampeão nacional 1.º de Agosto empatou esta Quinta-feira a zero, em casa, com o Progresso do Sambizanga, no jogo que encerrou a sexta jornada do campeonato de futebol, mantendo a liderança do Girabola, com 14 pontos.
:
  

Com este resultado, os ‘militares’ podem ser alcançados pelo principal rival, o Petro de Luanda (segundo, com 11), caso vença o jogo contra o Sagrada Esperança, adiado para data a anunciar.

A sexta ronda, iniciada na Quarta-feira, ficou marcada pela falta de comparência do Saurimo FC, equipa da Lunda Sul, no terreno do Recreativo de Caála, no Huambo, aparentemente ligada a dificuldades de deslocação.

Segundo reporta a Angop, a falta de comparência foi declarada pelo comissário da partida, José Sayamba, após o Recreativo da Caála e a equipa de arbitragem, liderada por Tânia Duarte, terem subido ao relvado à hora marcada para o jogo.

José Sayamba adiantou que a equipa de arbitragem vai elaborar o relatório e remetê-lo à Federação Angolana de Futebol (FAF) para que a entidade tome oficialmente uma decisão nas próximas 72 horas.

Por seu lado, o vice-presidente do Recreativo da Caála, Eduardo Pindali, disse à imprensa que, apesar do sucedido constituir um constrangimento, em função dos gastos na realização do jogo, sobretudo com a equipa de arbitragem, o clube está disposto a realizar a partida caso a FAF a decida remarcar.

Segundo os regulamentos, a falta de comparência de uma equipa é punida com uma derrota por 3-0. No entanto, aguarda-se pelo pronunciamento oficial da FAF.

O jogo entre o Sagrada Esperança e o Petro de Luanda foi adiado para data a definir devido à participação da equipa luandense na primeira eliminatória da Taça da Confederação Africana, que joga sexta-feira a primeira mão, em Brazzaville, contra o Nyuki, atual terceiro classificado do campeonato da República do Congo.

A segunda mão joga-se em Luanda a 21 deste mês.

Mais Lidas

Cláudia Rodrigues Coutinho:
De Luanda para o Mundo