Angola mantém taxa de juro básica nos 16 por cento no arranque de 2017

A taxa básica de juro vai manter-se nos 16 por cento durante Janeiro, por decisão do Banco Nacional de Angola (BNA), apesar de uma aceleração nos preços, anunciou Quinta-feira a instituição.
:
  

A decisão consta da nota oficial sobre a reunião mensal do Conselho de Política Monetária (CPM) do BNA, encontro que serve para avaliar os indicadores de crescimento económico e as contas fiscais e monetárias, neste caso de Novembro.

Na sequência da análise efectuada à evolução dos principais indicadores macroeconómicos, o CPM constatou "que a inflexão observada no comportamento mensal dos preços foi pontual", justificada nomeadamente com o aumento nas tarifas das telecomunicações, refere o documento.

A inflação a um ano no país ultrapassou em Novembro os 41 por cento.

"O Banco Nacional de Angola encoraja os agentes económicos a redobrarem esforços no papel que desempenham, contribuindo para a estabilidade dos preços na economia", lê-se na mesma nota.

A taxa de juro, cujas variações podem servir para controlar a evolução da inflação, esteve fixada até Julho de 2014 em 8,75 por cento, após um corte, na altura, de meio ponto percentual.

Aumentou há mais de um ano para nove por cento, tendo iniciado um ciclo de subidas, com três aumentos só em 2016, o último dos quais em Junho.

Na reunião de 22 de Dezembro do CPM - cujo teor das conclusões foi divulgado Quinta-feira - além de manter a taxa básica de juro nos 16 por cento ao ano até 30 de Janeiro (próxima reavaliação), o BNA decidiu não alterar a taxa de juro de facilidade permanente de cedência de liquidez, fixada nos 20 por cento ao ano, e da taxa de juro da facilidade permanente de absorção de liquidez a sete dias, que continua nos 7,25 por cento ao ano.

Mais Lidas